Imagem
Jogando em casa, no HSBC Arena, o Flamengo venceu o Uberlândia por 77x70 em jogo único e se sagrou campeão do NBB (Novo Basquete Brasil). Com o apoio da torcida, o time Rubro-Negro contou com uma grande atuação de Caio Torres, que só jogou esta partida graças a um efeito suspensivo. O público foi de 16.364 torcedores (14.445 pagantes). Antes da partida, o Flamengo fez uma homenagem a Oscar, ex-jogador do clube. O Mão Santa tem um câncer no cérebro.

Acompanhei o NBB de longe, e vi parte do jogo somente. Pelo que vi, o Flamengo manteve-se consistente, tendo um grande aproveitamento das bolas debaixo do garrafão, com grande atuação de Caio Torres. Mas talvez a principal causa da vitória Rubro-Negra, seja a anulação dos astros do Uberlândia: Robert Day e Robby Collum. A vitória foi merecida, sendo que na reta final do jogo, o domínio do Flamengo foi maior, conseguindo a vitória sem fortes emoções nos minutos finais. Com o título, o Fla conquista o seu segundo NBB, lembrando que foram os primeiros campeões.
 Imagem
A NBB, fundada em 2008, teve somente dois campeões: O Flamengo em 2009 e 2013, e o Brasília, tricampeão nos anos de 2010,  2011 e 2012. Flamengo e Brasília fizeram as duas primeiras finais do NBB, sendo uma vitória para cada. Em 2010, o vice-campeonato ficou com o Franca e em 2012, com o São José. Somente a partir de 2012, é que as finais passaram a serem decididas em jogo único.
Confira a seguir os líderes em estatísticas desta edição do NBB:
(Categoria: Jogador (Time) - Estatísticas ou pontos)

Pontos por jogo: Marquinhos (Flamengo) - 20.7
Rebotes por jogo: Rafael "Babby" Araújo (Mogi das Cruzes) - 8.74
Assistências por jogo: Fúlvio Assis (São José) - 7.9
Roubos por jogo: Neto (Liga Sorocabana) - 2.29
Tocos por jogo: Mathias (Joinville) - 1.38
Erros por jogo: Paulo Nery (Suzano) - 3.7
Minutos por jogo: Jefferson Campos (Suzano) - 36.2
Faltas por jogo: Marcão (Palmeiras) - 3.65
Eficiência por jogo: Felipe (Basquete Cearense) - 22.50
2P%: Lucas Cipolini (Uberlândia) - 0.659
LL%: Jay Parker (Vila Velha) - 0.9153
3P%: Manteguinha (Paulistano) - 0.542
Duplos-Duplos: Rafael "Babby" Araújo (Mogi das Cruzes) - 14
Triplos-Duplos: N/A (N/A) - N/A

Premiados:
MVP: Marquinhos (Flamengo)
MVP das Finais: Caio Torres (Flamengo)
Defensor do ano: Alex Garcia (Brasília)
Jogador revelação: Ricardo Fischer (Bauru)
6º homem do ano: Léo Meindl (Franca)
Jogador mais evoluído: Gui Deodato (Bauru)
Técnico do ano: Lula Ferreira (Franca)


Fonte: Wikipedia
Seleção do NBB 2012/2013:
Armador: Fúlvio (São José)
Alas: Marquinhos (Flamengo) e Robert Day (Uberlândia)
Pivôs: Rafael Mineiro (Pinheiros) e Caio Torres (Flamengo)


Fonte: globoesporte.com
Acompanhe sempre o nosso blog, assine o nosso feed. Também não perca nenhuma postagem e fique sempre ligador em nosso blog. Curta a nossa página do facebook, siga-nos pelo twitter e circule-nos no Google +.
 Imagem
Por Patryck Leal
Texto de: FC Gols



Confira esses posts também:

2leep.com

 


Comments

02/06/2013 14:02

O Flamengo foi superior e mereceu ganhar, pois como sou de Brasília tenho de admitir, não dá pra ganhar todas, por outro lado eu estou feliz com a conquista.

Reply
Patryck Leal
02/06/2013 22:49

Kléber Nunes,

O Basquete do NBB tem um certo domínio de Brasília e Flamengo.
Mas falando desta temporada, o time Rubro-Negro fez uma excelente campanha em todo o Campeonato e mereceu o título.

Abraços.

Reply

Your comment will be posted after it is approved.


Leave a Reply


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...